A equipa de São Vicente venceu a terceira edição do campeonato nacional veteranos em basquetebol, após derrotar colectivo da Cidade da Praia, segundo classificado, por 51-48.


Na outra partida disputada domingo, 27, o   Bairro, terceiro classificado, venceu Santiago Norte, quarto, por 67/52.
Em declarações à Inforpress, o basquetebolista Rodrigo Mascarenhas, de São Vicente, afirmou que o sentimento era de satisfação.
“É sempre bom ganhar. Mas o torneio de veteranos é mais par ao convívio. Se calhar na próxima edição vamos ao Santiago Norte. Este torneio nos faz sentir bem ao matar a saudade daquele bichinho”, completou.
Por seu turno, o representante da organização, José Semedo, disse que o balanço é “positivo”, tendo em atenção a adesão do público, a qualidade da organização e do próprio basquetebol que foi praticado, ou seja “positivo para a organização, como para os atletas e para o público”, referiu.
Aliás, segundo o porta-voz, no final do último jogo o público levantou-se e bateu palmas porque “foi um excelente espectáculo de basquetebol”.
José Semedo disse ainda que o torneio irá se realizar novamente no próximo ano, desta vez já com a participação de cabo-verdianos residentes nos Estados Unidos e em Portugal.
“Vamos trazer também os nossos basquetebolistas que estão lá fora para que com as suas equipas venham participar neste torneio”, frisou.
José Semedo afirmou que seja na sexta-feira, no sábado ou domingo, a organização conseguiu atingir o objectivo que foi fazer com que os mais novos vejam de perto as velhas glórias do basquetebol cabo-verdiano.
O torneio, que arrancou na sexta-feira, foi organizado pela Associação Veteranos da Praia em basquetebol para homenagear os antigos jogadores.
Entre os homenageados estão o actual primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, o ministro da Indústria e Energia, Alexandre Monteiro, e o vereador da Câmara Municipal da Praia, António Lopes da Silva.
O objectivo dessa iniciativa foi também dar a conhecer ao público jovem as velhas glórias do basquetebol cabo-verdiano, promover o intercâmbio desportivo, incentivar a prática da modalidade e criar um “maior envolvimento” entre o público e a modalidade.
Constou também da agenda deste evento/homenagem aos atletas de 1972 a 1975, concurso de conhecimento sobre factos do basquetebol nacional e internacional, concurso de lançamento de três pontos e um jantar convívio.
O basquetebol começou a ser praticado em Cabo Verde a partir de 1973/74, abrangendo um grupo restrito de praticantes e alcançou a sua popularidade alguns anos após a independência nacional, em 1975.
Em 1981, seis anos após a independência, formou-se a primeira selecção nacional de basquetebol que se estreou num torneio regional realizado em Nouakchott, Mauritânia.
A Federação Cabo-verdiana de Basquetebol (FCB) foi fundada em 1986, e em 1988 filiou-se na federação internacional de modalidade.
Inforpress