A primeira edição de Cabo Verde Triangle Trail, concluída a 30 de Outubro, foi um “sucesso”, segundo a organização deste “desafiante” evento desportivo, turístico  e de aventura, que reuniu 750 participantes.


A organização da prova Cabo Verde Triangle Trail considerou que o evento, o “mais desafiante de desporto, turismo e aventura” no país, reuniu participantes  de oito nacionalidades, os quais percorreram três etapas os parques naturais em Santiago, Fogo e Santo Antão.
O cabo-verdiano Nelson Fortes (masculinos) e a portuguesa Carla André (femininos) sagraram-se vencedores do conjunto das três etapas na modalidade Extreme (33 quilómetros) enquanto Luciano Gonçalves, Cabo Verde (masculinos) e Isabelle Traeger, França (femininos) venceram na modalidade trail curto (17 quilómetros).
A primeira etapa, que aconteceu a 25 de Outubro, no parque natural da Serra da Malagueta, Santiago, contou com 220 participantes nacionais e estrangeiros, que percorreram os trilhos de 33 e 17 quilómetros e, também, a caminhada.
A segunda etapa teve lugar a 27 de Outubro, no parque natural do Fogo, em plena cratera do vulcão, “um cenário único” que juntou 256 corredores e caminhantes, numa prova de “dificuldade elevada e extremamente desafiante”, conforme uma nota, a que a Inforpress teve acesso.
A etapa do Fogo foi também palco de uma “bonita manifestação de fair-play”, de acordo com a organização, onde as duas atletas portuguesas (Inês Monteiro e Carla André), a competir nos 33 quilómetros, cortaram a meta de mãos dadas, ainda que tenha sido Inês Monteiro a passar primeiro na linha de chegada, sagrando-se a vencedora da etapa.
A última etapa, a “prova rainha” do circuito, decorreu no dia 30 Outubro, em Santo Antão, tendo reunindo perto de 250 pessoas.
Cabo Verde Triangle Trail reuniu 750 atletas de oito países e envolveu, na sua produção, seis municípios e mais de 90 voluntários que receberam formação para o evento durante os meses que o antecederam.
Inforpress