O Onze Estrelas da Boa Vista homenageou no sábado os jogadores e equipa técnica e festejou os “feitos” conseguidos no futebol na época 2018-19, durante gala que teve lugar no polivalente Hirondino Santos, na zona de Bofareira.


O Onze Estrelas, que é campeão regional, pela segunda vez chegou as meias-finais do campeonato nacional de futebol, feito que desde 2004 não tinha sido alcançado por nenhum clube da Boa Vista.
Razões que levaram o clube a realizar uma gala para homenagear os jogadores, equipa técnica, direcção, distinguir as entidades e instituições que os apoiaram nesta caminhada e demais parceiros.
Na ocasião, o treinador, Eldon Lopes, salientou a proeza conseguida e disse que a mesma foi possível graças ao esforço e união de todos e também por terem acreditado desde o primeiro minuto que era possível.
Garantiu que o plantel começará “ainda hoje” a trabalhar para fazer melhor na próxima época”, prometendo fazer tudo ao seu alcance para o melhor da zona, Bofareira, e dar “orgulho e alegria” para a ilha.
Já o presidente da Direcção do Onze Estrelas, Mário Morais realçou “o excelente desempenho da equipa no campeonato nacional 2018-19”, considerando as distinções e homenagens “mais do que merecidas”.
“Vamos continuar como sempre e ainda mais a lutar pelo título de campeão nacional, porque somos um clube ambicioso que luta pelos objectivos”, afirmou.
O presidente da Associação Regional de Futebol da Boa Vista (ARFBV), Osvaldo Lima, por sua vez saudou a iniciativa justificando que ela “abrilhanta o futebol a nível regional e nacional”.
Destacou a “união, humildade, espírito de equipa, muito trabalho, e sacrifício do clube”, esperando que “continuem a trabalhar nestes termos para continuar a levantar o futebol e a ilha”.
Já o presidente da Câmara Municipal da Boa Vista, José Luís Santos, parabenizou os “humildes” jogadores que “levantaram a autoestima e o orgulho de Boa Vista”.
“Há muitos anos que a ilha não tinha sentido e visto um orgulho numa representação nacional. Na equipa e no povoado sempre teve algo muito forte: o esforço, a humildade e a dedicação”, disse o edil, que acredita que “no próximo ano será possível fazerem ainda melhor”.
Durante a gala procedeu-se a imposição das faixas aos jogadores, distinção aos atletas, equipa técnica e dirigentes, “adepto da época”, personalidades que se destacaram e ainda agradecimento àqueles que apoiaram a equipa e aos patrocinadores da época.
A gala terminou com um jantar popular em convívio na sede da associação, e uma festa que prolongou-se pela noite.
Inforpress