Futebol Sal: Arranque da época previsto para 18 de Novembro sem o habitual Torneio de Abertura



O arranque da época futebolística no Sal está previsto para o dia 18 de Novembro, com a realização da Supertaça entre a Palmeira, campeão em título, e Juventude, finalista da Taça Dja d’Sal.



A decisão de realizar a Supertaça e iniciar a época futebolística no Sal, colocando de lado o o habitual Torneio de Abertura, foi comunicada hoje aos 14 clubes filiados na associação durante uma reunião, na cidade de Santa Maria, com os dirigentes das oito equipas da primeira divisão e seis do segundo escalão.

O presidente da Associação Regional de Futebol do Sal (ARFS), Albino Lopes, justificou a decisão com a falta de financiamento e por essa ser uma prova facultativa de preparação e não oficial.

“Vamos iniciar a nova época desportiva, que pensamos ser especial, por termos a hipótese de no final apresentar dois candidatos ao campeonato nacional, no sénior masculino e na formação. Para este ano, face às dificuldades  financeiras da associação, tivemos que tomar medidas de política para ultrapassar essa questão”, justificou o responsável.

“O Torneio de Abertura, que é um torneio não oficializado no estatuto da Federação Cabo-verdiana de Futebol foi retirado do nosso programa, vamos fazer campeonato, Taça Dja d’Sal e a Supertaça”, explicou o presidente da ARFS.

Conforme Albino Lopes, há clube que ainda não compreenderam essa visão da ARFS, que vai no sentido de evitar aumentar o défice que a associação tem no momento, que, como sustenta, deriva dos “elevados custos” que acarretam com os transportes, policiamento e árbitros.

Albino Lopes informou que para inverter a situação de “precariedade financeira”, a ARFS pretende apresentar uma proposta à câmara municipal para premiar a associação pelas metas atingidas.

“Queremos sentar à mesa com a Câmara Municipal do Sal, que, de acordo com os estatutos, fomenta e desenvolve o desporto aqui na ilha. Querem propor que a autarquia crie um prémio para a ARFS, por forma a abranger a todas as equipas pelo feito”, concretizou.

“Queremos que a câmara nos disponibilize uma verba global, com finalidade de aumentar a nossa competição, a nossa participação, porque nós queremos essencialmente renovar o título de campeão nacional na próxima época”, reforçou Albino Lopes.

NA/AA

Inforpress


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.