CAN 2021: Com guarda-redes improvisado, Ilhas Comores deram tudo mas acabaram derrotadas por Camarões


Camarões, seleção anfitriã da Taça de África das Nações, bateu por 2-1 as Ilhas Comores e está nos quartos-de-final da prova.


Naquele que terá sido o jogo mais insólito da prova, as Ilhas Comores entraram em campo com o pequeno Chaker Alhadhur, habitual lateral, na baliza, em virtude da indisponibilidade dos guarda-redes Moyadh Ousseini, Ali Ahamada (infetados com COVID-19) e Salim Ben Boina (lesionado).

Alhadhur, que teve de jogar com uma camisola de guarda-redes com o seu número colado com fita cola por cima do original, ainda mostrou qualidades como guardião, mas nada pôde fazer para evitar que Ekambi abrisse o marcador aos 29 minutos para a seleção de Camarões, numa altura em que as Ilhas Comores já estavam reduzidas a dez jogadores, por expulsão de Nadjim Abdou, com vermelho direto, logo aos sete minutos de jogo.

Aboubakar, antigo jogador do FC Porto, dilatou depois a vantagem dos anfitriões aos 71 minutos, e o melhor que as Ilhas Comores (pequena nação com menos de um milhão de habitantes) conseguiram foi reduzir a desvantagem, com um grande golo, aos 81 minutos, assinado por M'Changama na transformação de um livre direto.
lusa


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.