África: Kamou Malo não é mais treinador do Burkina Faso



Uma semana depois de terminar em 4º lugar no CAN de 2021 realizado nos Camarões, o Burkina Faso separou-se do seu treinador.



Por meio de um comunicado à imprensa, a Federação Burkinabè (FBF) anunciou neste sábado que o contrato de Kamou Malo expira em 28 de fevereiro e que não será renovado.

Os assistentes Firmin Sanou e Alain Nana e o treinador de guarda-redes Sa Brama Traoré também poderão estar de saida.

Todos estavam em vigor desde julho de 2019 e obtiveram bons resultados, sendo Kamou Malo considerado um dos treinadores africanos de sucesso.

"A Federação Burkinabe de Futebol pretende assumir, com a supervisão técnica que será posta em prática, novos desafios para a influência do futebol burquinense", disse a FBF.

Uma escolha certamente mais política do que esportiva, já que Malo havia sido nomeado pelo coronel Sita Sangaré, ex-presidente do órgão, agora chefiado por Lazare Banssé.

É, portanto, com um novo treinador que os Garanhões, não apurados para o play-off do Mundial de 2022, vão defrontar a Bélgica num amigável a 29 de março.

CrioloSports


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.