Com sete meses de salário em atraso, Rui Águas disse adeus a selecção nacional. Noticiou hoje o jornal A Nação, na sua edição de impresso nº 430.


Segundo o jornal, Águas despediu-se dos jogadores logo no final do encontro, referente à segunda mão da eliminatória do grupo africano para o Mundial de Rússia 2018, entre Cabo Verde e Quénia. Jogo em que o combinado nacional conseguiu o apuramento ao vencer por 2-0.

O jornal adiantou ainda que o governo está disponível para resolver os problemas dos salários do Português e da sua equipa, “mas para que isso aconteça é preciso que haja um pedido expresso da Federação Cabo-Verdiana de Futebol (FCF).”
Fonte: A Nação