O seleccionador de Cabo Verde de futebol quer pôr em prova a defesa do Uganda, imbatível ao cabo de quatro jogos, para que Cabo Verde possa relançar-se na corrida para o apuramento do Campeonato Africano das Nações, CAN’2019.


A selecção cabo-verdiana é esperada ao início desta tarde no solo ugandês, onde Rui Águas almeja, segundo uma nota da Federação Cabo-verdiana de Futebol, conquistar a primeira vitória do combinado crioulo fora de portas em jogos do Grupo L de qualificação para o CAN’2019, único resultado que interessa aos Tubarões Azuis, apelido que sustenta a selecção nacional.
É que para o timoneiro nacional, os jogadores cabo-verdianos estão “empenhados e determinados” em tudo fazer para que o país possa regressar com uma vitória, pois que a comitiva está de olhos postos na fase final da prova, a ser disputado nos Camarões.
Apesar da ausência do goleador Ricardo Gomes, por se encontrar lesionado, o seleccionador cabo-verdiano tranquiliza o colectivo, alegando que em outras ocasiões Cabo Verde estava muito mais debilitado em termos de lesões.
Cabo Verde e Uganda disputam este sábado, em Kampala, o jogo da 5ª e penúltima jornada do Grupo L de qualificação para o CAN’2019, numa partida na qual o combinado cabo-verdiano está praticamente obrigado a vencer, para poder reentrar-se na corrida ao apuramento.
No outro jogo desta poule, a selecção nacional do Lesoto recebe no domingo o seu similar da Tanzânia, no Setsoto Stadium, na cidade de Maresu.
Faltando duas jornadas para o término da fase de grupos, a selecção de Cabo Verde encontra-se no terceiro lugar do Grupo L com 04 pontos, menos um que a Tanzânia (05) e menos 06 que o Uganda (líder). Lesoto está na quarta posição com dois pontos.
Os dois primeiros de cada grupo apuram-se para o CAN’2019 que será realizado nos Camarões.
Inforpress