A selecção de Santiago venceu hoje a congénere da Boa Vista por 2-0, no último jogo do Grupo B, da Taça Independência, realizado no estádio Orlando Rodrigues, no Tarrafal, São Nicolau, e segue invicta para as meias-finais.


Com esta vitória frente ao seu mais directo adversário no grupo, a equipa santiaguense alcança a liderança da ‘poule’, com 10 pontos, e vai defrontar nas meias-finais o segundo do Grupo A, a selecção do Fogo.
Os golos da equipa de Santiago foram apontados todos na primeira parte, por Tai, aos 15 minutos, e Duque, aos 43 minutos da partida.
O treinador da Boa Vista, Geraldo Pinto, justificou a derrota com o facto da sua equipa ter entrado “mal no jogo”, considerando Santiago um adversário “forte”, que conseguiu marcar logo de início os dois golos da partida.
Questionado sobre a expulsão do seu jogador, Ronie, já no balneário, por “comportamento inadequado” frente ao árbitro, Geraldo Pinto respondeu que não esperava essa atitude, e que isso demonstra que muitos não estão preparados emocionalmente para lidar com certas situações.
Apesar deste resultado, a selecção da Boa Vista segue para as meias-finais como segundo classificado do grupo, com sete pontos, onde vai defrontar Santo Antão, equipa que fez o pleno em quatro jogos realizados nesta fase de grupos.
Sobre este facto, Geraldo Pinto disse que já conhece a equipa santantonense de outros campeonatos e que vão tentar fazer um bom jogo e chegar à final.
Por sua vez, o treinador de Santiago, Humberto Bettencourt, assegurou que o mais importante deste jogo era somar pontos e consolidar a liderança, o que foi conseguido.
Os jogos das meias-finais deste torneio inter-ilhas estão agendados para domingo, dia 14, às 16:30. A selecção de Santiago defronta o Fogo, no Estádio Orlando Rodrigues, no Tarrafal, e o combinado de Santo Antão mede forças com a Boa Vista, no Estádio Di Deus, na Ribeira Brava.
Inforpress