A Associação da Escola de Futebol de Achada Grande Trás (EFAT) conquistou o segundo lugar do torneio internacional de sub-13, que decorreu de 15 a 16, na cidade de Lyon, França.


A equipa de Achada Grande Trás disputou no domingo, 16, o final do torneio com a equipa FC Maense de Holanda, tendo sido derrotado por 0-3.
Para além da taça de vice-campeão, a EFAT traz para casa a taça de melhor jogador do torneio conquistado pelo atleta Jorge Rosa(Raul) e fair play.
“Vamos levar para casa muitas saudades, experiências e aprendizado. Agradecemos a todos pelo empenho e amizade”, disse o presidente da EFAT Edy Garcia, na sua página no facebook.
No primeiro dia do torneio, a equipa da EFAT venceu dois dos três jogos disputados no campo 5 da Feyzin.
Já no segundo dia, venceram todos os cinco jogos, o que lhes garantiram a passagem para o final do torneio frente à equipa FC Maense.
“A nossa principal dificuldade foi controlar a ansiedade e adaptar ao terreno natural. No entanto, conseguimos deixar uma boa impressão dentro do campo sob a presença massiva da comunidade”, afirmou.
Esta foi a primeira participação da EFAT nesse torneio, e está enquadrada nas festividades do 7º aniversário da EFAT assinalada no passado dia 08 de Junho. A comitiva da EFAT é constituída por 14 jogadores e três dirigentes.
Dário Furtado, antigo internacional cabo-verdiano e treinador dos quadros da EFAT, é o treinador responsável pelo grupo que participou neste torneio.
De referir que já no ano passado a EFAT tivera uma “valiosa experiência” de participação no Campeonato Africano da Futbolnet, na Gâmbia, o ano passado, em representação de Cabo Verde 2018, através do Comité Olímpico Cabo-verdiano e que atesta o “excelente trabalho” e organização demonstrada pela Associação.
Inforpress