Um grupo de ciclistas maienses realizou hoje uma volta à ilha como forma de promover a modalidade e criar uma associação que represente a modalidade, tanto na ilha como em eventos nacionais.


Segundo o responsável pela organização da volta, Laurindo da Graça, a modalidade na ilha do Maio “carece de um impulso e melhor organização”, visto que a ilha não tem vindo a participar em eventos nacionais, devido a falta de organização interna, razão pela qual organizaram este evento para despertar a consciência no seio dos atletas “e não só”.
Segundo aquele activista desportivo, a iniciativa também se enquadra no programa “Menos álcool mais vida”, como forma de proporcionar aos jovens uma forma mais saudável de reencherem os seus tempos de lazer.
Todavia afiançou que estão a trabalhar para que no próximo ano estejam organizados em associação para representarem a ilha “da melhor forma” em eventos nacionais.
“Pretendemos também no próximo ano ter mais participação dos ciclistas na corrida da festa do município, assim como participar em eventos nacionais, como forma de mostrar que também na ilha do Maio temos potencial nesta área”, salientou.
A volta ilha contou com a participação de 25 ciclista, incluindo uma menina, num percurso que envolveu todas as localidades da ilha e culminou com uma volta pelas artérias da cidade do Porto Inglês.
Laurindo da Graça revelou satisfação com a participação dos atletas e garantiu que a associação vai estar a funcionar no primeiro trimestre de 2020.
Inforpress