A organização do “combate africano do ano” para a disputa do título de Campeão d’África de boxe em pesos pesados, que se realiza sábado, no Pavilhão Vavá Duarte, ultima a montagem de toda a logística para acolher o evento.


Segundo apurou a Inforpress junto de Victor Hugo Fortes, da Green Studio, empresa de radiofusão e produção audiovisual, promotora do evento, o marroquino Faisal Aram, detentor do título africano, já se encontra na Cidade da Praia, ao passo que o seu opositor, o congolês Junior Maximus, campeão d’Alemanha, chega a capital cabo-verdiana no sábado.
Faisal Arram chega a Cabo Verde como detentor de três títulos de campeão de França, país onde reside e compete, Campeão de África, Campeão WC Francofonia, Campeão do Torneio de França e vencedor da Copa da Liga.
Júnior Maximus, 34 anos, detém o título de campeão da Alemanha, de onde é residente.
De momento, a organização está a ultimar a montagem de toda a estrutura para acolher o evento, no Pavilhão Desportivo Vavá Duarte, sendo que está ainda prevista a realização de quatro combates nacionais, entre pugilistas de Santiago, Sal e São Vicente, a anteceder o combate para o título africano.
A prova é organizada pela União Africana de Boxe (ABU), que nomeia a equipa de arbitragem e os demais júris, para dirigir a luta do título africano, enquanto responsável pela parte técnica de todos os combates profissionais.
A anteceder o combate, a organização realiza um frente-a-frente entre os dois finalistas durante a sessão de pesagem, para a promoção deste jogo.
De acordo com a organização, o cantor jamaicano residente nos Estados Unidos “I am Stylez” vai animar o espectáculo, sendo que para isto conta com os serviços técnicos de uma equipa especializada proveniente de Dubai, empresa parceira da Green Studio.
Os bilhetes já se encontram à venda a preços de 250, 500 e 750 escudos, num total de 1500 senhas, nos postos de venda, tendo como uma das inovações a Zona VIP, situada no recinto do pavilhão, nas proximidades do rinque.
Inforpress