Os campeonatos regionais de basquetebol sénior e júnior masculinos, época 2019, decorrem de 30 de Março a 08 de Junho, segundo o calendário dos jogos tornado público pela Associação Regional de Basquetebol do Fogo.


O campeonato sénior masculino conta com a participação de quatro equipas do município de São Filipe, nomeadamente Botafogo e Juventude (cidade São Filipe), Unidos do Norte (Ponta Verde), Novo Sonho (Campanas de Baixo), que se estreia no campeonato, uma equipa dos Mosteiros (Atlético) e uma do município de Santa Catarina (Desportivo de Cova Figueira).
Na categoria  sub-18 (júnior), a prova conta com sete equipas, sendo cinco do município de São Filipe, Botafogo, Atlântico, Spartak (cidade São Filipe), Novo Sonho (Campanas de Baixo) e Unidos do Norte (Ponta Verde), uma dos Mosteiros (Atlético) e outra de Santa Catarina (Desportivo de Cova Figueira).
O campeonato será disputado no sistema todos contra todos  a uma volta porque os recursos “não são suficientes”, de acordo com a organização, sendo que as três equipas (juniores e seniores) melhores classificadas disputarão mais uma volta todos contra todos para se encontrar as duas equipas que disputarão um total de três jogos da fase final, para, então, se encontrar o campeão regional da época 2019.
Segundo o presidente da associação, Paulo Pina, as equipas do Atlético (Mosteiros), Desportivo (Cova Figueira) e Novo Sonho (Campanas de Baixo) farão duas deslocações cada e as de Unidos do Norte (Ponta Verde) e Juventude (São Filipe) três deslocações, mas caso ainda os campos de Cova Figueira e Mosteiros não estiverem em condições de receber jogos nessas data, os jogos serão deslocados para São Filipe e Ponta Verde.
O responsável indicou que os campos de Cova Figueira e dos Mosteiros não dispõem de tabelas regulamentares e caso não forem dimensionados os jogos previstos para estes espaços serão realizados noutros campos.
Além do campeonato, a associação tem programada a realização da Taça São Filipe, com a participação das equipas do município, cujos jogos serão realizado no Polidesportivo Simão Mendes (São Filipe), prova que deveria iniciar-se na ultima sexta-feira, mas problema com espaço acabou por adiar o arranque.
O presidente da Associação Regional de Basquetebol disse ainda que a equipa de Novo Sonho de Campanas chegou a deslocar-se a São Filipe para o primeiro jogo e teve de regressar sem poder jogar porque o vereador autorizara a cedência do polidesportivo para um grupo de jovens para a mesma hora e para a placa que dispõe de tabela, apesar da outra placa que não tem tabela dispõe de baliza.
Apesar da solicitação, o grupo recusou mudar de espaço, o que levou ao adiamento do primeiro jogo referente a Taça São Filipe.
A associação tem também programada a realização de um campeonato sub-16, feminino e masculino, mas ainda não foram calendarizados os jogos.
A semelhança dos anos anteriores, a associação tem como parceiros a Federação Cabo-verdiana de Basquetebol, a Direcção-geral dos Desportos e a Câmara Municipal de São Filipe, disse o presidente da associação, observando que a autarquia de Santa Catarina do Fogo prometeu atribuir este ano um subsídio à associação, mas que ainda não se sabe nem o montante e para quando, enquanto, com a Câmara Municipal dos Mosteiros, ainda não foi possível realizar o encontro para se saber da sua disponibilidade.
A mesma fonte explicou que a associação “não recebeu ainda qualquer subsídio”, seja da federação, seja da câmara de São Filipe, estando neste momento a aguardar pela sua disponibilização.
Em relação a escolas de iniciação de basquetebol, Paulo Pina disse que neste momento funcionam quatro escolas, nomeadamente escola Maruca (cidade), Desportivo de Cova Figueira, Novo Sonho de Campanas e de Unidos de Norte de Ponta Verde, estando inactiva a do Atlético dos Mosteiros.
Inforpress