A emoção esteve patente nas palavras de Ângelo, irmão de José Luís Correia, mais conhecido por Zé Luís Karateca, que manifestou uma grande honra dos familiares pelo tributo prestado pela Câmara Municipal 


Ângelo Correia, irmão mais novo de Zé Luís Karateca, estava visivelmente emocionado quando dirigiu algumas palavras na sessão de homenagem realizada este sábado, 21, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Um sentimento partilhado pela esposa de José Luís e por todos aqueles que estiveram presentes.
Ângelo Correia agradeceu à autarquia e afirmou que a família sente um grande orgulho pela homenagem, que “infelizmente, coincidiu com a sua morte”, mas foi “um reconhecimento pela sua dedicação à arte marcial”, pelo que família “ficou muito grata à Câmara Municipal”, sublinhou.
Por sua vez, Norberto Monteiro, em representação da Federação Cabo-verdiana de Karaté (FCK), realçou que graças ao contributo do Sensei José Luís Correia, o karaté em Santiago Norte atingiu um bom nível.
“José Luís foi e continuará a ser mentor do karaté em Cabo Verde, em particular no concelho de Santa Catarina, lugar onde teve a iniciativa de criar a Associação de Santiago Norte de Karaté e partilhando connosco um pouco da sua experiência”, sublinhou o representante da FCK.
Um cidadão especial
Por seu turno, o Presidente Beto Alves realçou que esta homenagem serve para refletir sobre o legado deixado por José Luís Correia, enquanto homem e cidadão atento e empenhado.
“Foi um cidadão especial e tive o privilégio de trabalhar com ele enquanto agente da Polícia Nacional, e esta homenagem serve para reconhecer todo o seu carisma e amizade que mantinha com este concelho”, lembrou Beto Alves.
A sessão de Homenagem contou com a presença dos alunos da escola do Karaté de Santa Catarina, Mestre José António Brazão, do Presidente da Federação Cabo-verdiana de Karaté, João Carvalho, da Vereadora da Cultura, Género, Comunicação e Imagem, Jassira Monteiro, do Vereador da Juventude e Desporto, Jacinto Horta, do Comandante da Esquadra de Santa Catarina, Danielson Baessa, e do seu adjunto, Kevin Vicente.
O evento contou, ainda, com demonstração de karaté na Praça Central, com a participação de quatro escolas de Santa Catarina, de mini boxe de Cruz grande, atuação de Jiu-Jitsu de Órgãos, do Sensei Borges, vindo da Holanda, escola de dança Providance, de Assomada, e declamação de um poema pela aluna Emilise Soares.
Falecido a 20 de novembro último, Zé Luís Karateca (na foto) foi o primeiro árbitro internacional caboverdiano, era Presidente da Mesa de Exame da FCK e fundador da Associação de Santiago Norte de Karaté. Profissionalmente exercia as funções de agente da Polícia Nacional.
cmscst