A selecção masculina de katá de Cabo Verde ficou eliminada das meias-finais dos I Jogos Africanos de Praia, cuja prova foi realizada hoje, de manhã, no areal de Santa Maria.


Constituída pelos karatecas Mauro Soares, José Gonçalves e Leonardo, a equipa nacional masculina da modalidade encontrou pela frente uma forte resistência dos atletas adversários, facto reflectido nas pontuações finais que foram inferiores aos restantes competidores.
Resta agora a Cabo Verde aguardar pelo resultado da equipa nacional feminina composta pelas atletas Danisia Conceição, Silviane Mendes e Sóphia Évora, atletas que entram esta tarde em competição.
A prova, de acordo com a organização é disputada nas disciplinas de katá individual em masculino e feminino e conta com o concurso de representantes de 11 países.
A primeira fase é disputada no sistema de eliminatórias durante esta manhã, estando o período da tarde reservado às provas da final.
O seleccionador de Cabo Verde, Dionísio Conceição, acredita nas potencialidades das atletas, ciente que terão pela afrente adversários de peso.
Os I Jogos Africanos de Praia estão projectados como o maior acontecimento desportivo de sempre realizado em Cabo Verde que, na qualidade de país anfitrião, vai participar em todas as modalidades em competição.
Sob a égide da Associação de Comités Olímpicos Nacionais Africanos (ACNOA), os Jogos Africanos de Praia Sal 2019, contemplam 11 modalidades ligadas ao mar, atletismo, basquetebol 3×3, andebol de praia, ténis de praia, futebol de praia, remo no mar, futebol Freestyle, karaté kata, kitesurf, e natação em águas abertas num universo de 42 países.
Estima-se que estarão no país cerca de duas mil pessoas ligadas aos jogos, que principiam esta sexta-feira, entre atletas, dirigentes e respectivas comitivas, bem como jornalistas de vários países.
Inforpress