Natural de Cabo Verde, Kelton Tavares chegou a Lisboa para estudar e acabou por ingressar nos juniores do SL Benfica. Aos 21 anos já é presença regular nos trabalhos da equipa principal de voleibol e uma das esperanças para o futuro da formação encarnada.


Em entrevista ao Site Oficial do Benfica, Kelton Tavares contou um pouco do seu percurso pessoal e desportivo.

Início no desporto escolar
"Jogo voleibol há cinco anos. Comecei no desporto escolar e fui gostando da modalidade. Costumava jogar com amigos nos tempos livres como forma de passar o tempo. Também gostava de futebol e já experimentei jogar andebol, mas quando o voleibol surgiu na minha vida as outras modalidades começaram a perder espaço."

De Cabo Verde para Lisboa
"Após ter jogado duas épocas em Cabo Verde e ter terminado o secundário, era altura de seguir para a universidade. Consegui ingressar no Instituto Superior Técnico de Lisboa e em outubro cheguei a Lisboa e inicialmente o objetivo era exclusivamente estudar. No entanto, surgiu a oportunidade de fazer um treino com os juniores do Benfica. Foi uma boa surpresa e aproveitei essa oportunidade para mostrar o que podia trazer de novo para a equipa."

Representar o SL Benfica
"Desde sempre fui adepto do Benfica e assistia a todos os jogos que podia, tanto de futebol como de modalidades. Sinto-me orgulhoso por estar a representar o meu clube de coração."

Integração na equipa principal
"Ainda me recordo de cada momento da primeira vez com a equipa principal. Era um clima de trabalho árduo e eu estava disposto a dar tudo e fazer o que aprendi durante todo o meu percurso. A recompensa por todo o esforço surgiu com a estreia pela equipa principal, um momento que nunca vou esquecer [vitória diante do Leixões, por 1-3, a 9 de janeiro de 2019]."

Alternância entre seniores e Sub-21
"O facto de estar a treinar nas condições disponibilizadas pela estrutura do clube é uma grande vantagem, pois consigo aprender inúmeras coisas com a equipa técnica e com jogadores experientes e que já jogaram as competições do mais alto nível no voleibol. Tento levar toda a aprendizagem e contribuir da melhor forma nos treinos e nos jogos com os Sub-21."

Evoluir todos os dias
"Considero-me um jogador disposto e motivado a aprender coisas novas com todas as pessoas que fazem parte do clube. Tento espelhar o meu jogo em jogadores como o Zelão ou Marc Honoré, porque atuam na mesma posição que eu. Contudo, estou sempre a tentar aprender coisas novas com todos os membros da equipa."

Aposta no voleibol
"Desde sempre vi o voleibol como algo para passar o tempo e desligar a minha mente. Mesmo quando cheguei ao Benfica via o voleibol sempre como uma forma de diminuir o stress da faculdade e de estar a adaptar-me a um país novo. A partir do momento em que tive a oportunidade de treinar com a equipa principal, percebi que podia investir mais no voleibol, mantendo sempre como prioridade o meu desempenho na universidade."

Conciliar voleibol e estudos
"Atualmente estudo Engenharia das Telecomunicações e Informática e a minha prioridade é acabar o terceiro ano do curso e seguir para o mestrado. Por vezes não é fácil conciliar as duas coisas devido ao cansaço físico e psicológico de estar sempre a trabalhar, mas quando fazemos algo que gostamos torna-se tudo reconfortante e acabamos por nos habituar."

Distância de casa
"É sempre um problema, porque sinto saudades da minha família, amigos e, basicamente, de tudo. Por isso procuro sempre estar em contacto com todos e aliviar um bocado esse sentimento, e depois voltar todos os anos no verão e aproveitar as férias perto das pessoas que me são mais queridas."

Período de isolamento social
"Tem sido difícil estar confinado dentro de casa, porque sinto saudades da correria entre sair para a faculdade e seguir para o treino e chegar a casa esgotado. Sinto saudades dos colegas e de alguns familiares que estou incapaz de ver neste período. Para ocupar o meu tempo assisto às aulas online, procurando acompanhar tudo da faculdade. Também tenho treinado todos os dias, tentando manter a melhor forma física possível para quando tudo isto acabar voltar ao melhor nível possível."
SL Benfica