Dificuldades financeiras estão na origem da desistência da equipa dos Sanjoanenses das provas em Santo Antão – Sul, região que vai contar, esta temporada, apenas com a participação de seis dos noves clubes oficiais.


A Associação Regional de Futebol de Santo Antão – Sul (ARFSS) confirma a desistência da equipa dos “azuis” da Ribeira das Patas que, depois de ter feito a sua inscrição e participado nos sorteios das provas, decidiu ficar de fora das competições, esta época, por dificuldades económicas.
A maioria dos clubes nesta região diz enfrentar “sérios problemas financeiros” que têm levado, todas as épocas, desistência de algumas equipas das competições.
Além dos Sanjoanenses, um clube histórico do futebol santantonense, ficam ainda de fora das provas, esta temporada, as equipas de Lajedos e do Santo André, assinalando, porém, o regresso do Tarrafal Futebol Clube, ausente nas últimas duas temporadas.
A falta de campos de treinos tem sido outra preocupação dos clubes, sobretudo os do interior do município.
Segundo Fernando Lima, presidente da ARFSS, esta região está a deparar-se com falta de infra-estruturas para a prática do futebol, situação que está a criar “constrangimentos enormes” aos clubes, mas também à associação na realização das diversas provas.
Além da super-taça, taça Porto Novo e do campeonato regional, estão ainda programadas competições nos diversos escalões de formação que terão de ser realizadas no Estádio Municipal, o único campo relvado existente no concelho, cuja relva está muito degradada.
Tanto a associação regional como os clubes estão “preocupados” com a falta de espaços desportivos no Porto Novo, sobretudo para treinos, avançou Fernando Lima, que já pediu a “quem de direito” para dotar, “se possível ainda esta temporada”, Porto Novo de mais infra-estruturas desportivas.
Inforpress