Atletismo São Vicente: Jeovany Andrade e Rafaela Monteiro vencem prova de 100 metros da Corrida de São Silvestre



Os atletas, representantes da 1ª Região Militar, Jeovany Andrade, de 20 anos, e Rafaela Monteiro, também de 20 anos, venceram hoje a prova de 100 metros rasos da Corrida de São Silvestre, que decorreu em São Vicente.


A prova de 100 metros, que decorreu na Avenida 12 de Setembro, frente ao Estádio Adérito Sena, foi uma inovação que a organização incorporou, pela primeira vez, na tradicional Corrida de São Silvestre em São Vicente e teve a participação de 11 atletas masculinos e seis femininos.

Desses, Jeovany Andrade conquistou o primeiro lugar, no escalão masculino, ao cortar a meta no tempo de 11.65 segundos, seguido de Flávio Gomes que fez 11.91 segundos e de Fábio Nascimento que chegou aos 12.11 segundos.

No escalão feminino, Rafaela Monteiro ficou no primeiro lugar com o tempo 13.62 segundos, seguida por Edilene Cruz, que fez 14.14 segundos, e de Lucialina Lopes com o tempo de 14.42 segundos.

À Inforpress, Jeovany Andrade, que é natural de São Nicolau, disse que ter vencido a prova foi uma surpresa porque, explicou, além de ser a primeira vez que participa numa competição destas, não estava a treinar e jogava apenas futebol.

“Foi uma surpresa porque não estava a treinar, mas cheguei, dei o meu máximo e consegui ganhar o primeiro lugar. É a primeira vez que estou a correr em São Vicente, corria pouco, jogava mais o futebol, e corria com os meus colegas. Nunca tinha participado numa competição”, revelou o atleta para quem esta é uma motivação para continuar.

Por sua vez, Rafaela Monteiro, que é natural de Santo Antão, também disse que não costuma treinar e é a primeira vez que corre numa prova.

“Fui indicada no Comando da 1ª Região Militar para correr e eu vim por diversão mesmo”, afirmou a atleta que pondera participar também na Corrida de São Silvestre desta sexta-feira, 31.

Para o presidente da Associação de Atletismo de São Vicente, organizador da prova, Arlindo Fonseca, o balanço é “positivo”, porque contou com a participação de vários atletas, apesar de alguns constrangimentos no feedback com patrocinadores. Mas mesmo assim, reforçou, decidiu organizar a prova para não deixar a tradição morrer.

A mesma fonte avançou ainda que os prémios para a prova de velocidade serão atribuídos após reunião da comissão técnica. No entanto, informou que deverão atribuir sete contos para os vencedores do primeiro lugar, cinco para os do segundo lugar e quatro para os vencedores do terceiro lugar, nos escalões feminino e masculino.
CD/ZS
Inforpress


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.