Futebol África: Candidato ivoiriense à presidência da CAF visita Senegal


O Ivoiriense Jacques Anouma, candidato à presidência da Confederação Africana de Futebol (CAF), assistiu domingo, no estádio Lat Dior, em Thiès, a 70 quilómetros a leste de Dakar, à partida da segunda volta da ronda eliminatória da Taça da CAF, que viu o Jaraaf de Dakar qualificar-se às expensas do FC Platinum do Zimbabwe.


A eleição de um novo presidente da CAF ocorrerá, a 12 de março próximo, em Rabat, em Marrocos.

Anouma juntou-se Augustin Senghor, o presidente da Federação Senegalesa de Futebol, que é igualmente candidato para suceder a Ahmad Ahmad de Madagáscar como chefe do órgão dirigente do futebol africano.

Em visita ao Senegal desde a véspera de sábado, Jacques Anouma tinha anunciado, alguns dias antes de deixar Abidjan, que a sua estadia teria como objetivo trabalhar com o seu "amigo e irmão" Senghor numa possível candidatura única da África Ocidental nas eleições de 12 de março próximo.

Depois disso, ele disse à imprensa senegalesa que a sua presença no Senegal "é uma coisa boa porque o cadeirão de presidente da CAF não nos deve dividir. Temos muitas afinidades, Augustin Senghor e eu. É por isso, que temos sempre de falar".

De acordo o ex-presidente da Federação Ivoiriense de Futebol (FIF), a competição só pode ser saudável. Pois "estamos aqui para defender o futebol africano", cujo futuro esteve no centro das discussões que manteve com o seu anfitrião.

Para além de Jacques Anouma e Augustin Senghor, o mauritano Ahmed Yakhya, o sul-africano Patrice Motsepe e o titular cessante (Ahmad Ahmad) estão também a concorrer à presidência da CAF que será decidida a 02 de março, no veredito final sobre a sua elegibilidade ou não.
pana


Print   Email