CAN 2021: “Cabo Verde já venceu o Senegal e pode fazê-lo neste CAN”, Bubista



Cabo Verde entra em campo na terca-feira, dia 25, ás 15h00CV, para defrontar o Senegal, em jogo dos oitavos de final do Campeonato Africano das Nações de futebol, que decorre nos Camarões.



Primeiro encontro entre as duas seleções num campeonato Africano das Nações de futebol.


O Senegal, do técnico Aliou Cisse, apontado como favorito a conquistar a 33ª edição do Campeonato Africano das Nações, ainda não brilhou, tendo marcado apenas um golo na fase de grupos, somando uma vitória e dois empates.

Os Leões de Teranga ficaram no topo do Grupo B com cinco pontos.

Em uma nota positiva, ainda não sofreram um único golo, com o crédito a ir para a disciplina defensiva liderada por Kalidou Koulibaly, do Napoli, e um dos principais jogadores do Senegal no torneio até agora, Edouard Mendy, que recentemente ganhou o prêmio de melhor guarda-redes do ano no FIFA Awards.

Crédito também para o atacante do Liverpool, Sadio Mané, que marcou o único golo do Senegal no torneio, que veio de pênalti na primeira partida do grupo contra o Zimbábue.

Outro jogador que pode ser a chave para o sucesso do Senegal nos oitavos de final é Idrissa Gueye. O meio-campista do Paris Saint-Germain tem sido presença regular, com boas atuações em duas partidas até agora.
Cabo Verde, a única selecção lusófona ainda presente na prova, entra no jogo sem pressão, pois todas as expectativas estão nos ombros do adversário.
Os Tubarões Azuis garantiram a qualificação para os oitavos de final da prova máxima do futebol africano como uma das quatro seleções melhores classificadas no terceiro lugar.

Cabo Verde conseguiu 4 pontos (2 golos marcados, 2 sofridos), resultado de uma vitória sobre a Etiópia (1-0), uma derrota (0-1) frente ao Burkina Faso e um empate (1-1) com os anfitriões, os Camarões, em jogos do grupo A.
Os tubarões azuis não querem desistir do sonho de repetir ou melhorar a proeza conseguida em 2013, quando conseguiram alcançar os quartos de final do CAN da África do Sul.
Um sentimento demonstrado pelo selecionador nacional Pedro Brito, Bubista, que acredita que os seus jogadores têm tudo para vencer o Senegal.
“Cabo Verde já venceu o Senegal e pode fazê-lo neste CAN. E digo isso porque eu como jogador já ganhamos o Senegal”, disse o técnico nacional em antevisão do jogo.

Certamente  que Bubista falava do ano 2000, no estadio da Várzea, na cidade da Praia, a última vez que Cabo Verde venceu o Senegal.

Numa final histórica, Cabo Verde, treinada por Oscar Duarte e capitaneado por Bubista, conquistou o seu primeiro triunfo em provas internacionais, a Taça Amilcar Cabral, ao vencer o Senegal por 1-0 com um golo solitário de Toy d’Sal. Segunda vitória do combinado nacional sobre os nossos vizinhos senegaleses.

A primeira foi em 1989. Uma vitória de 2-1 em jogo da Taça Amilcar Cabral.
 
Os Leões de Teranga têm um saldo favorável. Venceram 14 jogos, empataram 2 e perderam 2, nos 18 encontros já realizados entre as duas seleções.

No último confronto entre Cabo Verde e Senegal, em Junho de 2021, os Senegaleses venceram o jogo amigável por 2-0, assim como os dois encontros anteriores de qualificação para o Mundial de Rússia, disputados em outubro de 2016 e outubro de 2017, no Estádio Léopold Sédar Senghar em Dakar, e na cidade da Praia, respectivamente.
 
A missão dos Tubarões Azuis é clara!

"Trabalhámos muito nos nossos treinos e defrontar uma equipa como o Senegal é uma motivação a mais, porque o jogo é como um Derby. Eles têm de nos respeitar como equipa da mesma forma que os respeitamos. A competição teve muitas surpresas, e esperamos ser a outra equipa que vai causar uma surpresa, pois nossa missão é vencer o jogo e passar para a próxima fase.”, disse o técnico nacional.

ADP
CrioloSports


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.