CAN 2021: Cabo Verde – Camarões, Cabo Verde quer presença nos oitavos

CAN Hits: 410


A seleção nacional de futebol, vai ao jogo de segunda-feira, dia 17, para defrontar a seleção dos Camarões, naquilo que será o jogo da 3ª jornada do grupo A da fase final da 33ª edição do Campeonato Africano das Nações, CAN’2021, a decorrer nos Camarões.


A pressão está mais para os Tubarões Azuis, já que não dependem de si para chegar aos oitavos-finais da prova máxima do futebol africano.

Depois da vitória de 1-0 conseguida frente á Etiópia na jornada inaugural do Grupo A, Cabo Verde,  perdeu por igual resultado com o Burkina Faso em jogo da segunda jornada, resultado que coloca os burquinenses como concorrentes diretos na luta pelo 2º lugar do grupo A.

Os “Tubarões Azuis” terão de fazer um resultado melhor frente aos “Leões Indomáveis” que o Burkina Faso frente à seleção da Etiópia para garantir a qualificação automática como o 2º melhor classificado do grupo.
Isto porque no critério de igualdade pontual, o primeiro ponto aplica-se ao confronto direto.

Exemplo: Se Cabo Verde vencer os Camarões e o Burkina Faso vencer a Etiópia, o Burkina Faso assegura o 2º lugar do grupo A, porque apesar da igualdade pontual com Cabo Verde, tem vantagem, pois no confronto direto ganhou aos "Tubarões Azuis".

Contudo um triunfo sobre os Camarões, que já tem a qualificação garantida, seria um grande passo para o apuramento dos “Tubarões Azuis”, já que, em caso de derrota ou empate do Burkina Faso frente á Etiópia, têm a possibilidade de apurar como o segundo do grupo, ou como uma das quatro seleções melhores classificadas no terceiro lugar, em caso de vitória do Burkina Faso frente á Etiopia.

Um empate complicaria as contas ou mesmo derrota. Cabo Verde terá de aguardar para saber se será uma das quatro seleções melhores classificadas no terceiro lugar da fase de grupos.

Um dos dados negativos, são as baixas nos “Tubarões Azuis” por motivos de Covid-19, neste caso, o selecionador principal Pedro Brito, Bubista, e o médio Nuno Borges, que voltaram a testar positivos na sequência de testes de despistagem efetuadas na manhã deste sábado, 15, à toda comitiva da selecção nacional.

Em sentido contrário, Ken Ramos, João Paulo Fernandes, Willis Furtado e Gilson Tavares testaram negativos e vão agora poder dar os seus contributos ao combinado “crioulo” no CAN.

Questionado sobre a estratégia do próximo e decisivo jogo diante dos Camarões, o treinador adjunto, Humberto Bettencourt, que na ausência de Bubista, vai assumir o comando da seleção nacional, foi claro: "Sabemos das dificuldades que vamos ter mas vamos ter de correr atrás do prejuízo e tentar ganhar o próximo jogo".

Para o capitão Marco Soares, “vamos dar tudo para vencer o encontro para termos a possibilidade de qualificarmos”.

Os Leões Indomáveis, por seu lado, que jogam em casa, depois de terem vencido o Burkina Faso por 2-0 e goleado a Etiópia por 4-1 não vão facilitar, já que querem chegar á fase seguinte com vitórias nos três jogos.

Com 4 golos dos 6 golos marcados em 2 jogos, o avançado e capitão da seleção camaronesa, Vincent Aboubakar,  tem sido imparável, um autêntico “leão indomável”, e lidera a lista dos marcadores da prova.

Os Camarões lideram o Grupo A com seis pontos, à frente de Cabo Verde e de Burkina Faso com 3 pontos, isto enquanto a Etiópia continua sem pontuar.

Na derradeira jornada, a 17 de Janeiro, ás 17h00 (hora local), os “Tubarões Azuis” medem forças com os “Leões Indomáveis”, enquanto o Burkina Faso vai defrontar os etíopes.

A 33.ª edição da competição principiou no domingo, dia 9, e decorre até 06 de fevereiro

ADP
CrioloSports

Print