África: Futebol Angola - Petro de Luanda conquista Girabola pela 16ª vez

Angola Hits: 215


O Petro de Luanda conquistou antecipadamente o Campeonato Nacional de futebol (Girabola2021/22), ao vencer esta quarta-feira, na capital do país, o Sagrada Esperança da Luanda Norte, por 3-1, em jogo de acerto à 26ª jornada, disputado no Estádio 11 de Novembro.


Com golos de Kinito, aos 35 minutos, e Tiago Azulão, aos 59', o Petro de Luanda acabou com uma travessia no deserto que levou 12 anos, após a última conquista em 2009, totalizando 16 troféus em sua galeria.

Disputado no estádio 11 de Novembro, o jogo prometia mais, dadas as competências comprovadas dos contendores, mas um jogo defensivo dos diamantíferos retirou brio, numa tarde em que a consagração tricolor acabou sendo natural.

Diferente do Girabola anterior em que a formação da Lunda Norte veio ao mesmo palco desfeitear os anfitriões, por 2-0, na partida de hoje tive poucas hipóteses de repetir a vitória quando restam duas jornadas para o término da competição.

Apesar de algumas jogadas ofensivas esporádicas, foram sempre os petrolíferos que estiveram mais próximos do golo, como aos 17 minutos, quando Tó Carneiro, em situação privilegiada, é desarmado pelo defesa Gaspar do Sagrada.

Aos 27 minutos, novamente na área, Gaspar voltou a estragar a progressão ofensiva do Petro, impedindo Gleison rematar à baliza.

O primeiro golo aconteceu aos 35 minutos, por intermédio de Kinito, numa clara desatenção dos defesas contrários.

Desde o início a praticar um jogo de muito contacto físico, os Lundas foram ao intervalo com quatro atletas amarelados, Victorino (7 minutos), Karanga (11'), Luís Tati (21') e Simão (37').

No reatamento, Roque Sapire mexeu no plantel. Fez entrar Jó Paciência e Cachi em substituição de Luís Tati e Jefer Gunjo.

Apesar de manter-se como entrou, foi o Petro a assumir novamente as operações ofensivas.Yano, frente ao guarda-redes, rematou ao poste e na recarga, Anderson fê-lo para nas nuvens.

Ao 59´, o brasileiro Tiago Azulão fez o seu 16º golo, somando menos dois que o líder da lista dos melhores marcadores, Depú, do Sagrada Esperança, no entanto definitivamente fora da competição por lesão.

Para manter a vantagem, Alexandre Santos refrescou a equipa ao retirar do campo Megue, Gleison e Tiago Azulão, colocando Isto, Job e Maya.

Isto não podia ter melhor entrada. Cruzamento de Eddie, aos 87 minutos, o recém entrado desviou a bola de cabeça para o terceiro do Petro.

O golo foi como que um banho de água fria para os pupilos de Roque Sapire, mas aos 90+3, numa marcação de grande penalidade, Jô Paciência diminuiu a desvantagem para 1-3.

O Petro, que defronta nesta sexta-feira o Sporting de Benguela apenas para cumprir calendário, lidera a competição com 68 pontos, contra 59 do Sagrada, segundo colocado.
angop

Print