Ramilton Jorge Santos do Rosário, conhecido por Rambé, está a deixar muita falta na linha de ataque do 1º de Agosto.


Sem o cabo-verdiano, autor de 11 golos na presente temporada, substituído aos 18 minutos por lesão, no derby do passado dia 10, frente ao arquirrival Petro de Luanda, os militares têm tido uma baixa produtividade na frente de ataque, tendo marcado quatro golos nos últimos cinco jogos. Uma média de menos de um golo por jogo.